sábado, 21 de junho de 2014

Aproveita que a lua tá linda e...

(Pelo telefone)
- Faz uma coisa pra mim?
- Faço.
- Vai lá fora.
- O que?
- Ou abre a janela.
- Mas...
- Só olha pro céu.
- Tá bom.
- Olhou?
- Pronto, olhei. O que foi?
- Andei pensando.
- E então?
- Será que a mesma lua que eu vejo aqui, você vê aí?
- Não sei não.
- Você tá olhando pro céu?
- Tô com frio.
- Tá olhando?
- Porque é que você não tá aqui? 
- Eu queria estar. 
- (suspiro)
- Ei, não fica assim.
- A lua está minguante.
- E eu lá sei de fases da lua? Me diz como ela tá.
- Tá daquele jeito que parece uma vírgula, quase sumindo, com a sombra escondendo ela toda. E tem uma nuvem perto, mas isso não conta né?
- Claro que conta. Tem estrela no céu?
- Tem muitas. Dá pra ver o Cruzeiro do Sul.
- Quando eu era criança minha avó me ensinou a achar as Três Marias.
- Me ensina.
- Elas ficam bem no meio do céu. Uma do lado da outra. 
- Tô procurando.
- E aí?
- Achei.
- Elas fazem parte do cinturão de Orion. Se você olhar pro lado contrário vai achar Escorpião.
- Achei.
- Achou nada.
- Achei sim.
- Achou nada. Nem minha vó conseguia achar.
- É difícil mesmo, são todas iguais.
- Claro que não. Olha com calma. Elas tem brilhos de intensidades diferentes, e até cores diferentes.
- Estrela tem cor?
- Uhum. Muda de acordo com os elementos químicos e a temperatura de cada uma.
- Você devia é ser astronauta.
- Haha.
- Tá frio.
- Você ainda tá olhando o céu?
- Tô esperando você me dizer.
- Dizer o que?
- Como é a lua que você vê daí?
- Não dá pra ver a lua daqui.
- Ah...
- Mas a lua tá linda. Minguante. Daquele jeito que parece uma vírgula, quase sumindo...
- Boba.
- Que foi? 
- Nada...
- (silêncio)
- Ei.
- Diz.
- Passou o frio. 
- Foi bom ver a lua com você.

Ps: Você me pede, fica, eu te peço, não vai embora. 
Porque não me faltam motivos pra ficar.
Mas as pessoas sempre vão embora. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário