domingo, 21 de julho de 2013

Contaminação


Confusa eu sou só uma criança procurando
qualquer forma de amor em
qualquer lugar.

O amor é uma praga. 

Dor, dor, dor.
Alguém me observa
enquanto
meus sonhos estão sendo sugados.
Eu sou só uma criança cheia de dor.
Eu tenho a praga.

Segure minha mão
compartilhe comigo tudo isso
eu quero tirar tudo daqui. 
Qualquer coisa que me faça esquecer
eu nem se quer me lembro o que.
Gritos, garras
há um monstro no armário. 
Erros, erros
ninguém quer me acobertar
 Eu sou só uma criança assustada. 
Eu tenho a dor.

Gritos.
Eu estou enlouquecendo outra vez.
Branco, preto, muito brilho
há vozes na minha cabeça
e elas gritam

Eu sou a praga
Eu sou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário